Deficiência física

A deficiência física é causada por complicações que levam à limitação da mobilidade e da coordenação geral, podendo também afetar a fala, em diferentes graus. As causas são variadas – desde lesões neurológicas e neuromusculares até má-formação congênita – ou condições adquiridas, como hidrocefalia (acúmulo de líquido na caixa craniana) ou paralisia cerebral.

As pessoas com deficiência de ordem física ou motora necessitam de atendimento fisioterápico, psicológico a fim de lidar com os limites e dificuldades decorrentes da deficiência e simultaneamente desenvolver todas as possibilidades e potencialidades.

Tipos de Deficiência Física:

Tipo Definição
Paraplegia Perda total das funções motoras dos membros inferiores.
Paraparesia Perda parcial das funções motoras dos membros inferiores.
Monoplegia Perda total das funções motoras de um só membro (inferior ou posterior)
Monoparesia Perda parcial das funções motoras de um só membro (inferior ou posterior)
Tetraplegia Perda total das funções motoras dos membros inferiores e superiores.
Tetraparesia Perda parcial das funções motoras dos membros inferiores e superiores.
Triplegia Perda total das funções motoras em três membros.
Triparesia Perda parcial das funções motoras em três membros.
Hemiplegia Perda total das funções motoras de um hemisfériodo corpo (direito ou esquerdo)
Hemiparesia Perda parcial das funções motoras de um hemisfério do corpo (direito ou esquerdo)
Amputação Perda total ou parcial de um determinado membro ou segmento de membro.
Paralisia Cerebral Lesão de uma ou mais áreas do sistema nervoso central, tendo como consequência alterações psicomotoras, podendo ou não causar deficiência mental.
Ostomia Intervenção cirúrgica que cria um ostoma (abertura, ostio) na parede abdominal para adaptação de bolsa de coleta; processo cirúrgico que visa à construção de um caminho alternativo e novo na eliminação de fezes e urina para o exterior do corpo humano (colostomia: ostoma intestinal; urostomia: desvio urinári

Fonte: A Inserção da pessoa portadora de deficiência e do beneficiário reabilitado no mercado de trabalho; MPT/Comissão de Estudos para inserção da pessoa portadora de deficiência no mercado de trabalho – Brasília/DF – 2001

Sessão de cinema comentado

intocaveis

Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabele, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro.

Intocáveis é um filme francês de comédia dramática, escrito e realizado por Olivier Nakache e Éric Toledano, com François Cluzet e Omar Sy nos principais papéis. O filme aborda a relação de um multimilionário tetraplégico e do seu peculiar auxiliar de enfermagem, baseado no livro autobiográfico de Philippe Pozzo di BorgoLe Second souffle.  O filme assim como o livro são baseados em fatos reais. Foi o filme mais visto na França em 2011 e é o mais rentável filme francês da história. O dinheiro arrecadado com a venda dos direitos de autor da adaptação do livro ao cinema, cerca de US$ 650 mil, foi doado a uma associação de ajuda a deficientes físicos.

A sua estreia em Portugal ocorreu a 29 de março de 2012. Foi exibido de forma pioneira dublado em português, com as vozes de Igor Gandra, Pedro Mendonça, Joana Carvalho, Raquel Rosmaninho e Rui Oliveira. No Brasil estreou-se a 31 de agosto de 2012.

(texto copiado da Wikipédia).

Tecnologias assistivas

Prancaha de comunicação alternativa

prancha de comunicaçãoAs pranchas de comunicação podem ser construídas utilizando-se objetos ou símbolos, letras, sílabas, palavras, frases ou números. As pranchas são personalizadas e devem considerar as possibilidades cognitivas, visuais e motoras de seu usuário. Essas pranchas podem estar soltas ou agrupadas em álbuns ou cadernos. O indivíduo vai olhar, apontar ou ter a informação apontada pelo parceiro de comunicação dependendo de sua condição motora.

Vocalizador

vocalizador

Através de um vocalizador, seu usuário expressa pensamentos, sentimentos e desejos pressionando uma mensagem adequada pré-gravada. As mensagens são acessadas por teclas sobre as quais são colocadas imagens (fotos, símbolos, figuras) ou palavras, que correspondem ao conteúdo sonoro gravado.

O Vocalizador é um dispositivo de Comunicação Alternativa e Ampliada (CAA), que reproduz quaisquer mensagens pré-gravadas, que são ativadas através de um simples toque.

Mãe cria equipamento para permitir que filho deficiente possa andar

 mae-cria-equipamento-para-permitir-que-filho-com-paralisia-cerebral-possa-andar

Uma invenção de uma mãe para que seu filho que vive em uma cadeira de rodas tenha a oportunidade de caminhar foi lançada no mercado no mundo todo. Uma empresa da Irlanda do Norte transformou a ideia de Debby Elnatan em um produto que pode mudar a vida de várias crianças deficientes. Elnatan, uma musicoterapeuta, resolveu criar um equipamento para ajudar seu filho, Rotem, que possui paralisia cerebral. Ela projetou um suporte que permitia que Rotem pudesse ficar de pé e, anexando-o a si mesma, fazia com que a criança andasse. Depois de fazer uma busca por alguma empresa que pudesse produzir o equipamento em massa, ela escolher a fabricante Leckey, que tem um longo histórico em desenvolvimento de equipamentos para crianças com necessidades especiais. O equipamento foi desenvolvido e testado com famílias no Reino Unido, Estados Unidos e Canadá. Agora o Firefly Upsee foi lançado mundialmente.

Fonte: Ricardo,Luiz. Mãe cria equipamento para permitir que filho deficiente possa andar. Disponível em: <www.deficientefisico.com>. Acesso em: 29
de setembro de 2014.

Exoesqueleto

rewalk1
CLAIRE LOMAS, PARAPLÉGICA, CONSEGUIU COMPLETAR UMA MARATONA USANDO O EQUIPAMENTO (FOTO: WIKIMEDIA COMMONS)

O governo dos Estados Unidos aprovou a comercialização do ReWalk, o primeiro exoesqueleto robotizado que ajuda pessoas com paralisia por lesões na medula espinhal a caminhar – a presença de um acompanhante, no entanto, ainda se faz necessária. “Este produto revolucionário terá um impacto imediato para mudar a vida das pessoas que sofreram lesões na medula espinhal”, disse o diretor principal da empresa ReWalk Robotics, Larry Jasinski.

“Pela primeira vez, as pessoas com paraplegia poderão levar para casa a tecnologia do exoesqueleto, usá-la diariamente e maximizar os benefícios fisiológicos e psicológicos que observamos nos testes clínicos”, acrescentou.

O ReWalk é um aparelho motorizado que fica preso às pernas e na parte de baixo do tronco. Ele ajuda a pessoa a sentar, levantar e caminhar com o auxílio de um acompanhante, médico ou não. O aparelho possui uma estrutura metálica que se ajusta com argolas às pernas, sustenta o tronco e, com motores, movimenta as articulações do quadril, joelhos e tornozelos.

O aparelho vem acompanhado de um sensor de inclinação e uma mochila que leva o computador com o qual se opera o aparelho e a fonte de energia. O custo é de cerca de US$85 mil por unidade.

As muletas proporcionam ao usuário estabilidade adicional para executar os movimentos, e um controle remoto sem fio, colocado no pulso como um relógio, permite a ativação do ReWalk.

Fonte: Globo.com, Governo dos EUA aprova comercialização de exoesqueleto. Disponível em: < http://revistagalileu.globo.com/Tecnologia/noticia/2014/06/governo-dos-eua-aprova-comercializacao-de-exoesqueleto.html >. Acesso em: 29  de setembro de 2014.

Protese

Prótese especial fabricada em impressora 3D muda a vida de jovem haitiano.

o-orfao-haitiano-stevenson-joseph-12-nasceu-sem-os-dedos-das-maos-ele-ganhou-uma-protese-feita-com-impressora-3d-criada-por-um-casal-da-california-eua-que-conheceu-a-crianca-durante-uma-visita-1399990529666_956x500

 

Uma nova tecnologia pode baratear a montagem de próteses. Esse acessório tão importante para inúmeras pessoas com deficiência, que por problemas no nascimento ou acidentes, vivem sem algum membro, já foi construído utilizando uma impressora 3D.

No Haiti, país devastado por diversos desastres naturais, que sofre com a pobreza, a desnutrição das crianças e os efeitos de uma violenta ditadura, vive Stevenson Joseph, de 12 anos. Ele nasceu sem os dedos das duas mãos, é órfão, foi o primeiro a receber o equipamento e agora poderá segurar objetos e escrever.

A história de como a prótese chegou a Stevenson é linda e inspiradora. O casal americano John Marshall e Lisa participou de uma missão humanitária no Haiti, quando conheceu o garoto abandonado aos 3 anos e, assim que retornou, decidiu pesquisar alguma forma de ajudá-lo. Então, Marshall soube que um sul-africano desenvolveu a tal prótese para si próprio e após meses de dedicação, produziu o equipamento, enviando-o a um hospital haitiano, responsável por colocá-la no braço do menino.

Está aí mais um exemplo da tecnologia a serviço das pessoas, que mostra como é eficaz usar a criatividade e o conhecimento para reduzir custos. A prótese que mudou para sempre a vida de Stevenson custou cerca de 300 dólares, o equivalente a 664 reais.

Fonte: dos Santos Gouveia, Alexandre. prótese especial muda a vida de jovem haitiano. Disponível em:<http://estavaganaoesua.wordpress.com>. Acesso em: 29
de setembro de 2014.

Dicas de Convivência com Pessoas com Deficiência

  • Para sair com pessoas com deficiência física, tente escolher locais (teatro, cinemas, restaurante, hotel) acessíveis.
  • A cadeira de rodas (assim como as bengalas e muletas) é parte do espaço corporal da pessoa, quase uma extensão do seu corpo. Portanto, evite:

– Apoiar-se

– Pendurar bolsas ou casacos

– Apoiar os pés

Como lidar com pessoa que usa cadeira de rodas?

  • Pergunte se a pessoa precisa de ajuda antes de ajudar
  • Empurre a cadeira com cuidado
  • Se parar para conversar com alguém, vire a cadeira de frente para que a pessoa participe da conversa
  • É incômodo ficar olhando para cima por muito tempo
  •  Em uma conversa longa, sente-se para ficar com os olhos no mesmo nível que o dela

Fotos da sessão

Capa_Filme

Capa_Filme